"Weird Al" Yankovic

De Wikimerda
Ir para: navegação, pesquisa
Nirvana.jpg
Passarinho.jpg
"Weird Al" Yankovic é um(a) artista ou grupo musical, ou se refere a uma banda.

Além disso, este artigo pode conter assuntos sobre temas musicais, ou não.
Certamente, fãs idiotas alienados odiarão este artigo!!
|
Tomadinha do poder.jpg

"Weird Al" Yankovic tem PODER!
E te levará para qualquer lado da Força


Wikisplode.gif
Para os idiotas entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: "Weird Al" Yankovic.


Emblem-sound.png "Weird Al" Yankovic
Tio1.jpg
Esse sim é o verdadeiro "Weird Al" Yankovic
Nome Weird1.jpg Al Yankovic
Origem O planeta esquisito
Sexo Idiotas não tem sexo Masculino
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
Vocal, bocal, anal, renal, magal, banal, bateria, baixo, acordeão, trompete, xilofone, guitarra, flauta, tamborim, reco-reco, tampa de caneta mascada e mais alguns outros.
Gênero Clássico
Cônjuge Suzane von Richthofen
Influências Chitãozinho & Xororó, Caju e Castanha
Nível de Habilidade Alto
Aparência É igual ao Tio1.jpg
Plásticas Nenhuma (por isso que ele é tão feio)
Vícios Nenhum
Maior Sucesso Eat It, White & Nerdy, Unfinished Symphony

Cquote1.pngVocê quis dizer: Tio1.jpgCquote2.png
Google sobre "Weird Al" Yankovic
Cquote1.png I'm So White & Nerdy... Cquote2.png
"Weird Al" sobre si próprio
Cquote1.png Quem está cansado de Weird Al está cansado da vida. Cquote2.png
Homer Simpson sobre "Weird Al" Yankovic
Cquote1.png Eu acho que é justo dizer que este homem é um pouco diferente de todo mundo! Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre "Weird Al" Yankovic
Cquote1.png Ele é estranho! Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre "Weird Al" Yankovic

"Weird Al" Yankovic (Uãrd Au Iancovique) mais conhecido pelo seu peseudônimo Allfred Matthew Yankovic (Alfredo Mateus Iancoviche) é o maior músico de todos os tempos, sendo considerado infinitas vezes melhor do que esses viadinhos que as malcomidas adoram, ele é Chamillionaire e ganha milhões e milhões por show por sua incrível performance.

Biografia[editar]

"Weird Al" assistindo sua televisão de 820 polegadas

Filho do Louco com a tua mãe, nasceu na Weirdcity (daí vem a origem de seu apelido), começou a tocar sanfona ao fazer sete anos de idade, quando assistiu a um show do Caju & Castanha. Quando chimbinha apareceu-lhe oferecendo aulas de guitarra e sanfona, seu pai optou pela sanfona pra que seu filho fosse o próximo cosplay do Dominguinhos. Aos dez anos tocava sanfona como ninguém, e foi convidado pra participar dos shows da Banda Calypso, mas recusou porque não queria ter sua reputação manchada. Depois de escutar o programa de rádio de um tal de "Dr. Demente", Weird Al mandou uma fita cacete com uma música chamada "Rubinho is the second again", que palavra sobre o carro de seu pai, que não chegava a andar meio quilômetro e pifava. Tinha uma outra música na fita, chamada "Ai Se Eu Te Pego", mas que foi roubada por um cosplay da Xuxa conhecido como Michel Teló, mas isso já é uma outra história.

Três anos depois Weird Al vira DJ da Rádio Globo, onde ficou conhecido por "Muamba Esquisita", nome que usa até hoje. Eis que uma banda chamada The Knack (tua bisavó conhece) tocou uma música chamada "Êta Mulhé Chorona", ao ouvir a música, Weird Al pegou sua sanfona e a levou para o banheiro e gravou a paródia "Êta Mulhé Cagona", que se referia a sua prima mais nova que sofria de prisão de ventre, com um lado B chamado "A Cafeteria da Escola", onde reclamava do fato do café ter gosto de bosta. The Knack achou a música engraçada (também, só eles) e lançaram a música. Os ouvintes do Dr. Demente frequentemente a colocavam no UnFunny Five (As cinco mais sem graças).

Em 1980, Weird Al trabalhava dublando o Zeca Urubu, no meio do serviço ele resolveu ligar para seu primo Oscar Filho, que o convidou pra vir ao Brasil, como

Fãs de Weird Al ao olharem para ele

Weird Al não tinha dinheiro pra comprar passagens para aviões, ele veio de busum mesmo, até perceber que foi a pior decisão de sua vida. Depois de praticamente morrer dentro do busão, Weird Al escreveu outra música chamada "Another One Rides the Bus", posteriormente copiada pelo Queen.

De volta as terras ianques, Weird Al começou a ensaiar a música com sua sanfona doida, até que apareceu Phil Collins (que estava na LSD no momento) e lhe disse que gostaria de brincar de casinha com a caixa da sanfona, Weird Al o colocou perto da caixa e lhe disse que era uma boneca quadrada que tinha sido muito má, Phil começou a bater na "bunda" dela enquanto Weird Al tocava a sanfona. Até fazerem ao vivo na Rádio Globo, os ouvintes pobres brasileiros muito se identificaram com "Another One Rides the Bus" e a colocaram no topo das paradas. O que fez Weird Al aparecer pela primeira vez no Show de Calouros do Silvio Santos, o raro EP desta música continha uma música chamada "Feliz Aniversário, Filho de uma Puta" como lado B, uma música repulsiva que posteriormente viria a se transformar no tema de abertura de South Park, falando sobre os problemas mundiais, como a existência da Wikinet, do Funk e das escolas.

Weird Al quando virou rockeiro

Em 1981, Weird Al fez pela primeira vez uma turnê com os integrantes do Dr. Demente, seu estilo interessou á Silvio Santos, que virou seu impresário e sugeriu que uma banda fosse formada, Paul McCartney virou seu baixista e Chimbinha o guitarrista, com Phil Collins nas baterias. A banda estava completa. Em 1991, Seu Madruga se juntou a banda nos teclados, pra deixar Weird Al concentrado ao invés de procurar por rosquinhas a sua volta. Mas o que deixou o Weird Al famoso mundialmente mesmo foi o fato de Rick Derringer ser o produtor de seus álbuns, que produziu os primeiros seis álbuns: "Muamba Esquisita", "Muamba Esquisita em 3D", "Seja Uma Besta", "Festa Caipira", "O Pior Álbum de Todos" e "LSD". Em 1985, Weird Al ganhou um documentário falando sobre sua vida, esse documentário fala sobre a vida no lixão e os cafés com gosto de bosta citados anteriormente, Weird Al foi interpretado por Slash.

Em 1998, Weird Al se livrou daquele bigodinho ridiculo e aquele óculos de Nerd, porém uma raposa ficou presa em seu cabelo e nunca mais saiu, estragando todo o sonho de Weird Al de virar cafetão, mas mesmo assim se gaba dizendo que "Hoje milhões de garotas me acham gostoso pela primeira vez!", o que pode ser verdade, devido aos homens (biologicamente falando) ianques parecerem um Jeca Tatu.

Polka Medley[editar]

Weird Al na adolescência

Polka Medley não passam de medleys que Yankovic faz pra não torrar a sua criatividade em paródias sem nexo, normalmente elas tem 5 minutos com trechos de lixos músicas de outros cantores (geralmente que não deveriam receber o título de cantores). Todas as bostas de "Weird Al" contem uma, menos o seu album de estreia, e os albuns Even Worse e Alapalooza (por sinal, os mais vendidos, justamente por não possuirem uma dessa), infelizmente o Alapalooza tem uma versão polca de Bohemian Rhapsody (mais conhecida como Mamma Mia! Mamma Mia! Mamma Mia! Lets me Go (ou Le Bigod no comercial)). Weird Al disse "fãs ficariam quebrando tudo pelas ruas, eu acho, se eu não fizesse uma polka medley", na verdade eles fariam isso se você FIZESSE uma.


Cquote1.png I'm so white and nerdy Cquote2.png
Weird Al sobre si mesmo

Discografia[editar]

"Weird Al" Yankovic quando era um agente da CIA

Álbuns[editar]

Coletâneas[editar]

Agora tem mangá também, apenas nos EUA

EPs[editar]

Mais Um Trepa no Busão (1981)[editar]

Um EP mal-imaginado, mal-gravado e mal-vendido do forrozeiro. Como nenhuma gravadora queria saber do cara, ele mesmo fez o disco num gramofone caseiro do século retrasado. Feito para vendas de $1,99 no camelô, foram imprimidas apenas 1000 cópias, sendo que dessas apenas 6 foram vendidas e acredita-se que o resto serviu de lenha para a fogueira da casa de Yankovic. Por conta disso, esse EP é tão raro que nem o próprio o tem.

  • Another One Rides the Bus - Paródia da banda Drag Queen, sobre o tempo em que Yankovic pegava o busão diariamente para cantar em bares e danceterias.
  • Happy Birthday - Al deprimido porque ninguém ligou pra ele em seu aniversário ou mandou brinquedos.
  • Gotta Boogie - Música maçante e repetitiva onde Al faz um jogo de palavras com as micoses que infestavam seu corpo.
  • Mr. Frump in the Iron Lung - Uma favorita dos fãs no tempo em que o cantor tocava naquele bar, lá naquele beco, naquela cidadezinha. Conta a relação desequilibrada entre o cantor e um velho que está às portas da morte enquanto Yankovic espreita para roubar sua aposentadoria.

Ver também[editar]


v  d  e h
Bass.jpg
Bach shades.jpg

♫♫♫ Compositores da Música Erudita ♫♫♫

AlbinoniBach (Biografia)BeethovenBerliozBizetBrahmsBrucknerCarlos GomesChopinCorelliDebussyDukasDvorakElgarGriegHandelHaydnJenkinsKhachaturianLisztMahlerMendelssohnMoluscoMozartMussorgskyOffenbachOrffPachelbelPaganiniPalestrinaPonchielliProkofievPucciniRachmaninoffRavelRimsky-KorsakovRossiniRubinsteinSalieriScarlatti PaiScarlatti FilhoSchoenbergShostakovichSchubertSchumannStrauss FilhoStrauss PaiRichard StraussStravinskySuppéTartiniTchaikovskyVerdiVilla-LobosVivaldiWagnerWeberYankovic