Apresentação oral

De Wikimerda
Ir para: navegação, pesquisa
Escravo brs.jpg

Apresentação oral é uma tortura do nível demônio sem coração!

Então é melhor não vandalizar, senão você vai ser posto na cadeira elétrica!!!.

O que qualquer um tem vontade de fazer ao saber a merda que fez em uma apresentação oral

Cquote1.pngVocê quis dizer: Sexo oralCquote2.png
Google sobre Apresentação oral
Cquote1.png Eu..eu..eu... Cquote2.png
Aluno sobre Apresentação oral
Cquote1.png PAU NO CÚ DE TODO MUNDO! Cquote2.png
Valentão sobre Apresentação oral
Cquote1.png É interessante! Cquote2.png
Nerd sobre Apresentação oral
Cquote1.png Bem alunos, façam uma apresentação oral sobre... blá blá blá.. Cquote2.png
Professor sobre Apresentação oral
Cquote1.png Foda-se essa merda! Cquote2.png
Bart Simpson sobre Apresentação oral

Um Nerd ao saber que vai ter uma apresentação oral

Apresentação do sexo oral é uma tortura totalmente assustadora criada em escolas (tudo vem da escola é tortura, mas essa é a pior delas), em que muitas vezes eles dizem que não é difícil fazer, mas na verdade, vai ser uma tortura para qualquer pessoa normal que tentar.

Como foi criada[editar]

Criador das apresentações orais

Depois da segunda guerra mundial, os professores pensaram que o único modo de acalmar as crianças sobre tudo o que aconteceu era fazendo cada criança dar um resumo da guerra. Para simplificar esses resumos mais ainda, eles seriam falados em voz alta no meio da sala, e caso a criança falasse merda, ela seria presa em um moinho de vento e girada á 200 quilômetros por hora até que a cabeça delas soltasse do corpo e fosse vendida no Mercado Livre.

Nosso herói de exemplo, chamado Juquinha, treinou suas falas um milhão de vezes, e foi para a escola cagando de medo. Chegando lá, Juquinha pegou seu material, e sentou-se na mesa. Ele tentou apelar para uma maçã para agradar o professor, mas ela estava com uma minhoca, e ao menos que o professor goste de minhocas pequenas (e ele preferia grandes), iria dar tudo em merda.

Quando foi a vez dele falar, ele começou a gaguejar, disse que o Hitler era macho varão que comeu a bunda da professora no parque sem querer, e no fim o resultado você já sabe. Dizem que depois disso a professora se arrependeu de ter matado um garoto correto e viado e como auto-punimento teve que fazer necrofilia com os restos do Hitler! (Ou não)

Fazendo uma apresentação oral[editar]

Porque as apresentações orais são tão torturantes???: Sigmonkey Freud explica: uuuu aaaa uuuu aaa uuuu aaa (traduzindo: é um saco!)

Pegue um papel, segure ele com força e escreva tudo o que for necessário da matéria para a apresentação. Depois de pronto, cuspa no papel e taque na cara do primeiro trombadinha que vir na rua. Se ele não te matou, é porque o papel está com qualidade o bastante. Vá para a escola e chegando lá, espere por sua vez pacientemente até ser sua apresentação.

Jogue umas bolas de papel ou dê um grito falando que o diretor é gay para foder a apresentação das outras pessoas. Enquanto espera por sua vez, vá tirando caca de nariz ou vá ao banheiro para bater uma. Quando finalmente chegar sua vez, fale para todos na sala que tudo o que você disser é só para homens e gostosas, e que pessoas além dessas vão ter câncer assim que ouvirem suas palavras.

Então leia tudo o que está no papel em voz alta, em um tom do tipo Shakespere, não que ele tenha feito muitas apresentações orais, mas tanto faz. Quando você terminar, corra, pegue um pote bem grande que aguente socos e saia correndo antes que as pessoas te matem por sua voz de taquara rachada! (Não vá para a casa da sua mãe, a não ser que queira matar a velhinha.)

Agora, se a sua escola não permite que se leia algum papel nas apresentações orais, ligue o foda-se e deixe que te deem um grande zero.

Quem já teve que fazer isso?[editar]

  • Seu pai
  • Você
  • O Valentão que te enche de porrada da rua de baixo
  • Eu (Ganhei o prêmio Nobel fazendo)
  • O nerd da sua escola
  • Michael Jackson (Primeira vez que impressionou o mundo com sua voz)
  • Ninja
  • Seu diretor quando era criança
  • Uma puta
  • A patricinha da sua classe
  • Seu primo
  • Neymar (De tão merda que é, a apresentação foi um fiasco)
  • Ronaldo (Ficou de olho nos travestis)
  • Sua irmã
  • O popular da sua escola (Falou merda mas todo mundo aplaudiu do mesmo jeito)

Ver também[editar]