Asfixia

De Wikimerda
Ir para: navegação, pesquisa
Escravo brs.jpg

Asfixia é uma tortura do nível demônio sem coração!

Então é melhor não vandalizar, senão Seu cu não será perdoado.

Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Asfixia.
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Asfixia não mata ninguém???
Uma asfixia bem conhecida

Cquote1.png Gasp, Gasp... Cquote2.png
Você durante um momento de asfixia após passar a mão nos peitos da professora
Cquote1.png Eu não tenho asfixia, apenas fico sem ar durante um tempo! Cquote2.png
Oscar Wilde sobre Asfixia
Cquote1.png É quando você está ficando sem ar por algum motivo. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Asfixia
Cquote1.png Nunca tive! Porque será? Cquote2.png
Morte sobre Asfixia
Cquote1.png Prefiro matar com outros métodos. Cquote2.png
Jeff the Killer sobre Asfixia
Cquote1.png Que mentira! Nunca matei alguém asfixiado! Eu só uso armas de fogo! Cquote2.png
Assassino sobre Asfixia

Asfixia é mais um dos 7553072364645784524 métodos de matar uma pessoa. A Asfixia é, basicamente, você pegar alguém, segurar o pescoço dela com as duas mãos, até que esse alguém morra e vá para o colo do diabo. Durante a história do mundo, muita gente já morreu asfixiada por cagada, como o fazendeiro que se enfiou em uma caixa e não saiu de lá por 10 minutos e acabou morrendo, e também o carinha que enfiou uma sacola na cabeça e morreu.

Asfixia por objetos[editar]

Asfixiar a sogra não é errado, principalmente se o asfixiador for anônimo

A Asfixia por objetos é o contrário da Asfixia que você viu no parágrafo acima, nessa aqui, a pessoa consegue morrer após ficar presa dentro de um barril de vodka sem buraco, engasgar na hora do boquete, engolir uma moeda e outras burrices semelhantes. Vamos agora dar 3 exemplos de casos de pessoas que morreram asfixiadas. Vamos começar com o Juquinha, que estava em casa todo feliz, a mãe dele tinha saído para trepar, e ele ficou em casa com uma sacola. Com curiosidade, ele meteu a sacola na cabeça, mas não conseguiu tirar ela, e no fim foi encontrado morto na lixeira mais próxima de casa.

A próxima história é sobre um garoto chamado Pedrinho (aquele que todo mundo adora fazer cocô na casa dele), que adorava se enfiar em armários para se masturbar. Um dia, ele entrou no armário, bateu uma pensando na Dercy Gonçalves, e ficou lá por um tempo, só que na hora de sair, o armário travou. Ele ficou lá por sete dias seguidos já que os pais dele só queriam ficar trepando, e depois ele morreu sem ar no armário, o cadáver está lá até hoje e ninguém se deu conta.

A próxima história é da garotinha Andressa, que na volta da escola, ela decidiu ver quanto tempo ela consegua ficar sem respirar. Com muita garra e habilidade, ela bateu o Recorde Mundial, só pra 1 segundo depois morrer de felicidade (Mas aí ela não morreu de Asfixia!)

A triste imagem do asfixiamento do homem-palito

A última história é a do Totó, um vira-lata muito infeliz, que depois de caminhar por horas no deserto do Saara, sair de um fogão, cair em uma fogueira, ter passado as férias em Bangu e cair dentro de uma panela de água fervendo, finalmente achou algo para se refrescar, uma privada, ele enfiou a cara lá dentro e começou a beber a água, tudo tava indo bem, até que um idiota chegou, vomitou em cima do pobre do cachorro e depois deu descarga com a cabeça do totó lá dentro, o coitado morreu de asfixia, como a privada ficava em um banheiro de beira de estrada (ou seja, ninguém limpa), o totó tá lá até hoje com o focinho no vaso, alguns usam sua pele como papel higiênico.

Assassinos que usam asfixia[editar]

Não é só por cagada que acontecem as mortes por asfixia. Há também filhos da puta que atacam a pessoa asfixiando ela, e é um método bem útil, já que a pessoa não vai conseguir falar e ainda por cima ela fica com cara de merda enquanto morre. Vamos explicar um assassinato desses desde o começo: O Assassino recebe uma carta de uma pessoa aleatória pedindo para matar outra pessoa aleatória com menos importância ainda. O Assassino pega um par de luvas velhas e vai usando uma Caloi para a casa do azarado, com o objetivo de fazer ele vestir o paletó de madeira.

Não tenta fazer isto em casa

O Assassino chega na casa da vítima e vai em uma das janelas abertas dela por algum motivo aleatório. Dentro da casa, o assassino espera BEM pacientemente até que a vítima entre na casa, e quando ela chega, o assassino mata ela em um estilo Like a G6. Com o objetivo dele já no colo do capeta, tudo o que o assassino faz no final é limpar o corpo da pessoa e joga-lo em uma lixeira qualquer, voltar pra casa na bicicleta e pegar o pagamento do cliente. Se ele não pagar, o assassino diz Seven Days pelo telefone e o resto você já sabe como é...

Há muitos casos de morte por asfixia, talvez o mais conhecido seja o de Isabela Nardoni, que, segundo o Fantástico, foi asfixiada antes de ser jogada pela janela, é mais do que óbvio que ela morreu com asfixia e não com a queda, já que ela não seria tão burra de cair sozinha lá embaixo e ninguém descobrir nada.

Teste: Eu vou morrer de Asfixia por causa de cigarro?[editar]

Se você leu o artigo e ficou todo cagado com medo de você poder morrer com asfixia por cigarro, tome o teste abaixo de uma pergunta vendo os pontos de cada resposta que mais se parece com a sua. Esse teste foi aprovado por um incrível total de 1 escola pública!

  • Quantos maços de cigarro você fuma por dia?
    • Nenhum! 0 pontos
    • Uns 2 5 pontos
    • Não sei, é muito maço pra conseguir lembrar 10 pontos
    • Maço? Eu compro cigarros Á QUILO! 30 pontos
      • Se você tirou 0 pontos, não se preocupe! Você só vai morrer com a idade da Dercy Gonçalves!
      • Se você tirou 5 pontos, você vai viver com saúde até os 65, quando você tiver uma parada cardíaca.
      • Se você tirou 10 pontos, Gaste logo todo o seu dinheiro com putas, porque você vai morrer aos 40!
      • Se você tirou 30 pontos, FAÇA ALGUMA COISA! CORRA, PULE, MATE FAÇA TUDO O QUE VOCÊ AINDA NÃO FEZ NA SUA VIDA, PORQUE VOCÊ VAI MORRER EM 1 DIA!

Morte por Asfixia[editar]

Como já dito acima, a asfixia também já foi um método de tortura e de morte em muitas épocas, atualmente, se ainda a usam, é mais para se obter confissões de prisioneiros, já que a falta, mesmo que momentânea, de ar é quase como se encontrar com a morte e a ouvir chamando-nos para o seu lado (MWAHAHAHAHAHA!). Vejamos agora, como é que os carrasco resolviam aplicar a asfixia em sua vítimas, ou como algumas pessoas resolviam (e ainda resolvem) aplicar o próprio fim em sí mesmo:

Imagem A Tortura O que faz?
Waterboard3-small.jpg Afogamento Nossos ditadores adoravam essa. Sabendo que dentro da água nenhum humano respira (ORLY?), trazia-se um tanque com água e colocava-se a cabeça do condenado dentro dela, fazendo o movimento de "vai-e-vem", até que ele resolvesse confessar alguma coisa, ou morresse de uma vez. Com a entrada de água pelo nariz e boca, o ar que ainda ficava um pouco dentro da vítima era totalmente encharcado e inutilizável, ou ela confessava de uma vez, ou morria logo (das duas uma). No Pau de Arara, essa prática era ainda mais divertida usada, já que não tinha como a pessoa prender a respiração, pois seu nariz não tinha como ser tapado, já que ficava voltado para cima. Para alguns suicídas, o melhor era se amarrarem em pedras e se lançarem no mar (bem idiota isso).
Lego-enforcamento3.jpg Enforcamento Na forca (de preferência em corda curta, já que na longa a morte era quase imadiata), o enforcado ficava com o cordão de sisal até que o seu ar acabasse por completo, se debatendo até a morte. Naturalmente que não era nenhum pouco legal de se ver essa cena, já que ela também era conhecida como uma "morte suja", pois ele perdia todo o controle de sua "válvula de escape", podendo chegar a se borrar todo durante a execução. Diferentemente da primeira, nessa execução o destino de morte não era interrompido, sendo que, a partir do momento que o condenado usava o forca ele só tinha dois destino: ou o céu ou o inferno (bom, o purgatório também pode valer, caso você acredite nele). Judas Iscariotes sabe muito bem do que eu falo.
Produtotoxico.jpg Envenenamento Dependendo do veneno (e da potência dele), o fluxo de ar pode ser interrompido por aquele que injere a "sustância" mortal (principalmente aquelas com a caveira desenhada no rótulo), vindo a óbito de uma forma quase que automática. Venenos pra ratos tem esse princípio ativo, por isso que ele sempre ainda caminha um pouquinho antes de morrer de vez, pura supressão do ar, para que se perceba que esse veneno atinge rapidamente o seu objetivo, sem muita frescura. Romeu (o cat da Julieta) conhece muito bem essa parada, já que, depois que a sua gostosa fez a sacanagem com ele, dizendo que estava morta, ele resolveu beber um veneno e morrer junto com ela (pô, sacanagem Julieta). Ainda bem que depois ela se matou também, só pra compensar o cara.
DSC04308.JPG O Saco Talvez a pior asfixia que se possa sofrer é a com ajuda do saco, um instrumento atual, feito de polietileno (eu acho pelo menos que é disso), que todo mundo utiliza em seu cotidiano, mas que poucos sabem de sua alta periculosidade. Capitão Nascimento (sabiamente) nos mostrou a eficácia de tal objeto, afim de conseguir confissões de onde o Baiano (o traficante, não o povo preguiçoso, ou não) de escondia. Colocando o saco na cabeça do condenado à prática, o fluxo de ar é totalmente suprimido, já que o saco impede a circulação de ar, tanto de dentro pra fora, quanto de fora para dentro, já que as molécular do plástico são bem mais unidas dos que a de um saco de pano, ou de papel, por exemplo, que permitem uma circulação de ar melhor. Se deixado por muito tempo, é morte na certa.

Asfixia por travesseiros[editar]

Cobras: As maiores asfixiadoras do universo

É quando você pega um travesseiro e mete na fuça de um Zé Ruela. Geralmente leva horas pro zé mané bater as botas, o que torna um crime imperfeito. Essa é uma técnica de assassinato que passou de geração em geração. Esse aspecto (adicionado a técnica) foi criado pelo FBI, para que ninguém por perto ouvisse que um ato de assassinato estava sendo realizado, para que assim o assassinato saísse impune. Ele foi projetado especificamente para reduzir os assassinatos em série na sua maioria envolvendo estrangulamento.

Décadas mais tarde, quando o FBI deixou sua guarda sobre esta questão, algumas das maiores gangues da máfia nos Estados Unidos começou a empregar anões para realizar assassinatos silenciosos e mortais. A teoria por trás disso era que os pulmões do anão eram também extremamente pequenos para que alguém pudesses ouvi-los gritar "MORRE, FILHO DA PUTA" no topo de seus pulmões. Em qualquer caso, também foi cientificamente provado que os anões eram muito altos quando gritando no topo de seus pulmões. Tal informação altamente útil pode ser utilizado em estudos futuros.

Outros relatos de asfixia por travesseiros ocorreram em bebês. Isso inspira teorias de que muitos bebês poderiam ser suicidas. Muitos comerciantes se sentem forçados a concordar sem dúvida que isso pode ser apenas a principal causa para o desenvolvimento de anti-depressivos para bebês.

E por que mata??[editar]

Gato traficante sendo asfixiado por um cheirador

Não é que a Asfixia mate, bem pelo contrário, ela somente serve como um meio mais simples e rápido de conseguir uma confissão (bem diferente daquelas que os padres conseguem), muito bem útil para alguns grupos pobres de traficantes, terroristas, mercenários e afins, que não contam com um 3oitão, bomba ou uma forca comum para arrancar algumas verdades de seus sequestrados. Por isso a asfixia é útil, pois, antes que vítima entre em inconsciência, ou para não entrar nela (o medo faz de tudo), dá para se arrancar algumas palavras daquilo que se queira descobrir (ou não, aí o jeito é matar mesmo). Mas é claro que tem uma lógica bem óbvia para essa joça matar algum pertubado doido que, sem saber se defender direito, permita que lhe seja feito esse típico estilo de tortura, que veremos agora e que eu espero que você entenda, pelo menos isso.

Muito diferente do que se passa pela cabeça acéfala leiga de qualquer um (e do que se vê por aí), a Asfixia não quebra o pescoço de ninguém (provocando aquele famoso "creck" muito visto nos filmes de ação), o que ele faz é "somente" bloquear a passagem de ar para o cérebro e, sem o vento circulando pela cabeça oca de qualquer vítima que recebeu essa prática (ainda mais se for de uma vítima loira, que contém mais ar do que cérebro, ou seja, o vento é que faz tudo girar por ali, isso se tiver algo para girar), ela acaba parando de funcionar, levando à vítima ao desmaio (como forma de polpar energia) ou à morte (como forma de polpar tudo, principalmente a Terra da sua existência, o que, com certeza, ela, e todos nós, agradecemos). Enfim, não tem nada de muito misterioso para se desvendar nisso tudo, não é (pelo menos eu acredito que você tenha entendido o básico do básico)? Basicamente é uma questão de entender um pouco sobre o sistema respiratório, seu e de todos mundo.

Matando alguém por Asfixia[editar]

Outro gato, ele é burro o suficiente pra tirar a cara do buraco e se auto-asfixiar

Interromper o fluxo de oxigênio para o cérebro (falei até bonito, não é?) não é nada de complicado (qualquer idiota pode realizar isso, ou ser vítima dele), pois se fosse ele não seria um dos golpes mais conhecidos e altamente visados durante lutas muito praticadas por playssons e outras pessoas que gostam de dizer que praticam algum esporte de porrada luta, somente para outros terem medo e não se meterem com eles (sendo que, na maioria das vezes, isso não ocorre e tal exibido acaba virando saco de porrada de qualquer maneira, mais cedo ou mais tarde). Por isso, a Asfixia é uma técnica-base de muitas lutas, sendo elas de artes marcianas marciais (ou não). As principais artes que se utilizam da asfixia como técnica aceitável e nenhum pouco apelativa, mas sim de muita ajuda, são: o Judô (aquele que se usa o kimono e tudo mais, primo de primeiro grau do Karatê e um plágio desse) e o Jiu-Jitsu (o que é parente do Vale Tudo).

A forma mais simples de se asfixiar alguém (não vá fazer isso com aquele seu irmãozinho capeta, apesar dele merecer mas faça com o seu vizinho mala, ele sim merece), é o famoso "estrangulamento anal por trás" (ui!). De um modo bem básico, o mané se posiciona por trás de sua vítima (como se fosse lhe dá um encoxada, sendo que muitas das vezes isso ocorre mesmo), e envolve-lhe com o braço o pescoço dele, pressionando com força o local. No caso de um esportista profissional, tal golpe pode colocar a pessoa para dormir em cerca de alguns segundos, sendo que, se a pessoa que for a vítima for ainda mais fraca com relação à asfixias e outras práticas de lutas (ou seja, um fraco), pode ser que o tempo seja ainda mais curto. No Judô, esse golpe é conhecido "hadaka-jime" (algo bem oriental mesmo) e "gravata" ou "mata-leão" no Jiu-Jitsu (em suma, logo se vê pobreza na diferença entre as duas lutas, mas enfim, é isso aí).

Ver também[editar]